SEGUNDA, 25/03/2019, 18:20

Pontos de Entrega Voluntária serão monitorados por vigias

A CMTU abriu edital de licitação para contratar a empresa responsável pelo serviço que vai custar quase R$ 660 mil por ano.

Hoje Londrina conta com dois Pontos de Entrega Voluntária - PEVs, devidamente licenciados e autorizados pelos órgãos ambientais, como Instituto Ambiental do Paraná - IAP  e Secretaria do Ambiente.

O PEV da região norte é do Vista Bela, localizado na Rua Helmuth Fischer com Rua Annibal Balaroti,  e o segundo PEV é na região lesta da cidade, é o do Nova Conquista,  Rua Capitão João Busse.

No PEV do Vista Bela pode ser descartado entulhos, resíduos da construção civil, madeiras e podas, gramas e resíduos verdes.

No PEV do Nova Conquista  pode ser descartado entulhos, resíduos da construção civil e madeiras.

Hoje os PEVs funcionam com portaria que autoriza e faz o controle da entrada no local.

Agora a prefeitura quer colocar vigias durante a noite. Por isso, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização – CMTU abriu uma licitação no dia 21 de março, com a participação de 10 empresas. O processo ainda está em curso.  O teto da licitação é R$ 54.994,68 mensal, totalizando R$ 659.936,16 no ano.

Depois de registrados incêndios nos dois PEVs foram tomadas ações para impedir novas atitudes criminosas e por isso está licitando uma empresa especializada na prestação de serviços de vigia monitorizada para os PEVs.

A portaria é feita por uma empresa terceirizada. Atualmente, o PEV funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 17h e sábado das 8h às 12h.

A assessoria de imprensa só respondeu à nossa reportagem por meio de nota, a entrevista será concedida ao fim do processo licitatório com o nome da empresa vencedora.

Por Bruno Carraro

Comentários