SEXTA, 07/05/2021, 18:22

Procon de Londrina orienta população que vai às compras para Dia das Mães

Consumidores devem estar atentos a políticas de troca de produtos. Para compras online, verificar credibilidade do site de compras é fundamental.

Segunda data mais importante para o comércio, a expectativa é de que mais de R$ 60 milhões sejam injetados na economia local, pelas compras do Dia das Mães. De acordo com levantamento da Associação Comercial de Industrial de Londrina (Acil), quase 80% dos londrinenses devem comprar algum presente para celebrar a data.

O Núcleo Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-LD) preparou algumas orientações aos consumidores, para evitar dores de cabeça na hora de irem às compras. Segundo Thiago Mota, diretor-presidente do órgão, uma das principais dicas a ser levada em conta é observar a política de troca da loja.

Ele afirma que a legislação não prevê que os estabelecimentos tenham que trocar produtos por conta de preferências do cliente, como cor ou tamanho. Mas ele ressalta que em muitos comércios, a prática é comum. Nestes casos, o consumidor pode buscar pelo serviço, respeitando o prazo determinado.

O diretor aponta que muitos clientes confundem garantia legal e garantia contratual. Ele explica que o Código de Defesa do Consumidor determina que, dentro de 30 dias, o comprador tem direito de reclamar de problemas com produtos de bens não duráveis, como alimentos e vestuário.

Já para mercadorias como equipamentos eletrônicos, o prazo se estende para 90 dias. Durante este período, o consumidor pode exigir a troca do presente com a garantia que não depende de contrato.

No caso daqueles que optarem pelas compras virtuais, Mota orienta que outros cuidados precisam ser tomados, especialmente em relação à credibilidade da loja. O diretor destaca que é fundamental que se verifique a reputação das plataformas de compra, em sites que informam se já existem registros de reclamações de outros usuários.

Outra forma de verificar se a empresa é confiável, segundo Mota, é consultar se a plataforma possui Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), para ter acesso a mais informações a respeito dos produtos comercializados e dos serviços oferecidos pela loja. Ele destaca ainda que por meio desses canais de atendimento, o comprador tem a possibilidade de obter respostas sobre problemas e demandas após a venda.

O diretor afirma ainda que, no caso das compras online, o consumidor tem direito a se arrepender da aquisição em até sete dias. Dentro deste prazo, o cliente pode exigir o reembolso total, incluindo despesas com frete, por exemplo.

Mota destaca que o Núcleo segue à disposição para atender à população, pelo telefone 3372-4823, ou ainda pelo email procon@londrina.pr.gov.br.

Por Victor Assis

Comentários