QUINTA, 24/05/2018, 18:48

Procon fiscaliza postos de combustíveis que praticaram aumento nos preços com a greve dos caminhoneiros

Notas fiscais vão ser recolhidas para comparação nos preços e se constatado aumento abusivo o posto será multado. 

O Núcleo de Defesa do Consumidor – Procon de Londrina começa a investigar possíveis aumentos abusivos nos preços de combustíveis em postos após o início da greve dos caminhoneiros.

De acordo com o coordenador do Procon, Gustavo Richa, a média de elevação nos preços por litro é de R$ 0,30 a mais do que o praticado no início dessa semana.

O coordenador do Procon explica que serão recolhidas as notas e analisadas, se constatado o aumento abusivo será aplicada multa. O valor da multa depende do giro fiscal do posto. Richa lembra que, o reajuste só se justifica se as distribuidoras repassarem as elevações.

Muitos postos de combustíveis em Londrina e região já estão com as portas fechadas por falta de produtos.

Por Bruno Carraro

Comentários