SEGUNDA, 24/09/2018, 19:19

Produtores rurais do Paraná têm até o início do mês de novembro para participarem da Consulta Pública que prevê a liberação do plantio de soja fora da atual data limite

A proposta permite o cultivo da soja após o dia 31 de dezembro.

Dia 2 de novembro é o prazo final para que os produtores rurais do estado participem da Consulta Pública aberta pela Agência de Defesa Agropecuária do Paraná – Adapar sobre a proposta que altera a data limite do plantio da soja.  

A proposta permite o cultivo da soja após o dia 31 de dezembro, data limite hoje.

De acordo com a coordenadora agrícola da Federação da Agricultura do Paraná – Faep, Ana Paula Kowalski, para ser liberado o produtor deverá atender diversas exigências técnicas que geram custo à produção, principalmente com defensivos agrícolas que previnem a ferrugem asiática.

Para o presidente da Sociedade Rural do Paraná – SRP, Antônio Sampaio, os produtores da região norte do estado não tem o interesse que se altere a semeadura, por questões de custos para manter a produção em um período extremamente úmido. Já a região leste do estado é favorecida com a mudança.

Caso não seja possível atender todos os requisitos os campos de cultivo extemporâneos podem ser destruídos. A proposta também estabelece os limites máximos de infecção por ferrugem asiática.

A consulta pública pode ser acessada pelo www.adapar.pr.gov.br.

Por Bruno Carraro

Comentários