QUARTA, 08/07/2020, 19:05

Profissionais do Hospital de Retaguarda do HU devem começar a trabalhar no fim do mês

Com entrega de documentos e realização de exames admissionais, 190 profissionais que vão atuar na linha de frente da Covid-19 ficam liberados para assinar contratos.

A entrega da documentação pessoal dos quase 200 profissionais da área da saúde que irão atuar no Hospital de Retaguarda da Covid-19 do HU vai até esta sexta-feira. É a penúltima etapa do Processo Seletivo Simplificado dos profissionais antes da assinatura dos contratos temporários de seis meses, e o início das atividades, previsto para o fim desse mês.

A entrega dos documentos vai ser feita no Anfiteatro do Centro de Ciências Biológicas da UEL e, segundo o reitor, Sérgio de Carvalho, foi planejada para ser feita com horário agendado e seguindo todas as recomendações sanitárias, como o uso obrigatório de máscara, a aferição de temperatura e o respeito ao distanciamento.

O reitor explica que com o recebimento da documentação, a Comissão Examinadora vai em seguida convocar os 190 profissionais para os exames médicos pré-admissionais, que começam na próxima segunda-feira. A assinatura dos contratos está prevista para o fim do mês, no dia 27.

As inscrições para o PSS do Hospital de Retaguarda do HU começaram no fim de junho. Entre os quase 200 profissionais há assistentes sociais, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, médicos intensivistas, pediatras e pneumologistas, entre outros.

O reitor da UEL destaca a agilidade com que o Processo Seletivo foi realizado e o esforço, principalmente dos servidores da universidade.

Com as novas contratações temporárias, que representaram um investimento de R$ 21 milhões do Governo do Estado, o HU passa a ser a segunda maior unidade de saúde paranaense especializada no tratamento da Covid-19, com 359 leitos específicos para a doença.

Por Marcos Garrido

Comentários