QUINTA, 14/01/2021, 19:21

Representantes de escolas particulares acampam em frente à prefeitura e pedem retorno das aulas presenciais

De acordo com grupo, sem retorno das atividades, colégios podem fechar definitivamente.

Mães de alunos e representantes de escolas particulares de Londrina acamparam em frente à prefeitura, como forma de protestar contra a indefinição do retorno das aulas presenciais pela administração. A organização do ato teve início pelas 14h da quinta-feira (14) e segue ao longo desta sexta, com grupos de manifestantes se revezando no local.

De acordo com o grupo, os dados técnicos apresentados pela prefeitura não são suficientes para impedirem essa retomada. Para a diretora do colégio Alternativa, Patrícia Martins, que esteve presente na manifestação, o retorno das aulas presenciais representa um risco menor à criança do que o ensino remoto.

A manifestação também foi acompanhada pelo movimento Mães em Ação que, além do retorno do ensino presencial, pede a liberação de crianças menores de cinco anos em estabelecimentos como mercados e shoppings. Nabila Dourado, representante do grupo, destaca que o ato pede a volta das aulas de forma facultativa e que os responsáveis pelos alunos decidam sobre o retorno para o ambiente escolar.

A diretora Patrícia Martins ainda afirma que as escolas estão preparadas para a volta das aulas presenciais, com estrutura adaptada para atender aos protocolos de segurança e cita a experiência de retorno que tiveram em outubro do ano passado como positiva. Para ela, tanto as instituições quantos os alunos colaboraram, seguindo às normas para prevenção à Covid-19.

A gestora ressalta que além das escolas, outros setores que atuam na educação também estão sendo afetados pela suspensão das atividades e, sem a retomada das aulas, muitas escolas podem fechar as portas definitivamente.

Esse é o quarto protesto nas últimas semanas em que o grupo busca por uma posição da prefeitura quanto ao retorno do ensino presencial nas escolas de Londrina. De acordo com Nábila Dourado, do Mães em Ação, uma reunião está marcada para a próxima segunda-feira. Além do ato em frente à prefeitura, uma carreata está marcada para este sábado, a partir das 14h.

Por Victor Assis

Comentários