QUINTA, 31/10/2019, 19:30

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Rolândia embarga obra da Viapar

Galeria de águas pluviais era construída em Área de Preservação Permanente do Ribeirão Ema, um dos mananciais de abastecimento da cidade.

O flagrante foi feito por acaso, durante uma vistoria de rotina pelos rios da Bacia do Ribeirão Ema, um dos mananciais que abastecem Rolândia. Segundo o secretário de Agricultura e Meio Ambiente da cidade, Anderson Cardoso, que participou da fiscalização junto com outro fiscal do município, a galeria de águas pluviais era construída pela concessionária Viapar e não tinha licenciamento ambiental junto ao município.

A estrutura, segundo o secretário, escoaria para o ribeirão toda a água da chuva de um trecho da PR-444. Mas, o problema maior seria no caso de um acidente envolvendo, por exemplo, um veículo que transporte alguma carga tóxica e que todo esse material acabasse chegando ao ribeirão.

O secretário explica que a Viapar tem licenciamento apenas para a Bacia do Bandeirantes do Norte, mas não para o Ribeirão Ema. Anderson Cardoso afirma ainda que participou de uma reunião com representantes do DER, da Concessionária e Sanepar para discutir o assunto e viabilizar uma solução, que depende de aprovação da Secretaria, do Conselho Municipal do Meio Ambiente e da Sanepar.

De acordo com o secretário, o Ministério Público já entrou no caso e o IAP também foi notificado sobre o embargo da obra.

Em nota, a Viapar informou que foi notificada e que a obra foi paralisada em seguida. A Concessionária informou ainda que está estudando junto ao DER uma solução alternativa para continuidade dos serviços sem prejuízo ao cronograma de entrega das obras das marginais da PR-444 e ao meio ambiente.

Por Marcos Garrido

Comentários