SEGUNDA, 27/09/2021, 19:29

Sindicatos definem horário de trabalho dos funcionários do comércio no fim do ano

A partir de dezembro, lojas devem funcionar até 22h, com expectativa de aumento nas vendas.

Um acordo coletivo firmado pelo Sindicato do Comércio Varejista de Londrina (Sincoval) e o Sindecolon, entidade que representa os empregados do comércio, estabeleceu o horário de trabalho dos funcionários para o fim de ano.

Conforme o combinado, em datas comemorativas, como a Black Friday e o Dia das Crianças, ainda em novembro, o expediente tem início no horário regular e vai ser estendido até às 21h. Já no mês de dezembro, a partir do dia 6, os estabelecimentos passam a atender das 9h até às 22h.

Em algumas datas, os horários seguem outra programação. No feriado do dia 10 de dezembro, aniversário de Londrina, o comércio vai trabalhar até às 18h. Já para o domingo que antecede o natal, no dia 19, e também nos dias 24 e 31 de dezembro, as lojas funcionam até às 17h.

Dentro do acordo, foram estabelecidas duas folgas para compensar os dias trabalhados, como explica o presidente do Sincoval Ovhanes Gava. Com a mudança, os dias de carnaval em 2022 não devem mais ser considerados feriados.

Ele explica que a definição do horário de funcionamento do comércio leva em conta o avanço da vacinação no estado e a expectativa de que Governo do Paraná não estabeleça novas restrições ao longo dos próximos meses. Apesar disso, Gava afirma que o acordo pode ser revisto caso medidas mais rígidas sejam adotadas pelo Estado.

O presidente do sindicato aponta ainda que a melhora nos índices relacionados à pandemia também traz mais confiança ao comerciante, que espera uma recuperação econômica mais consistente, possibilitando, inclusive, novas contratações neste período.

Célio Vila, diretor-secretário do Sindicato dos Empregados do Comércio de Londrina (Sindecolon), afirma que o acordo firmado junto ao Sincoval atende às demandas da categoria. Além da definição do horário de trabalho, a convenção também definiu a correção salarial de 7.59% para os funcionários. Segundo ele, os trabalhadores também têm expectativas de aumento nas vendas nos próximos meses.

Vila orienta ainda que tanto comerciantes quanto a população continuem adotando as medidas de prevenção à Covid-19 durante às compras para evitar o avanço do vírus.

Por Victor Assis

Comentários