QUINTA, 28/05/2020, 08:41

Transferências das escolas particulares podem causar sobrecarga na rede municipal de ensino

Foram  mais de 140 migrações só nos últimos dois meses.

A crise financeira provocada pela pandemia do Coronavírus pode resultar em uma sobrecarga do sistema público de ensino. O alerta foi dado pelo presidente da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores de Londrina, Amauri Cardoso.

Ele apresentou dados da secretaria de Educação que mostram um salto na transferência de alunos das escolas particulares para a rede municipal de ensino. As aulas foram suspensas em 23 de março. Neste mês, foram seis transferências. Em abril, o indicador saltou para 65. Antes do fechamento deste mês de maio, já são 78 mudanças da rede privada para a pública.

A rede municipal de ensino tem hoje 45 mil alunos distribuídos em 120 unidades entre escolas e centros de educação infantil. Para Amauri Cardoso, o cenário é preocupante. Ele cita uma lei municipal que obriga o município a comprar vagas em escolas particulares, e poderá ser usada em caso necessidade.

Os alunos da rede municipal de ensino realizam atividades remotas desde a segunda quinzena do mês passado, quando foram entregues kits de materiais didáticos e professores passaram a enviar conteúdo pela internet. O decreto do prefeito Marcelo Belinati prevê a suspensão das atividades escolares até 31 de maio, e deve ser prorrogado, pelo menos, até o final de julho.

Por Marco Feltrin

Comentários