QUARTA, 24/02/2021, 08:46

Vereadora Mara Boca Aberta protocola projeto para livrar marido de cassação feita há 3 anos

Boca Aberta perdeu o mandato por fazer uma vaquinha nas redes sociais para pagar uma multa da justiça eleitoral

A vereadora Marly de Fátima Ribeiro, a Mara Boca Aberta, apresentou um projeto de decreto legislativo na Câmara de Londrina buscando a anulação do processo que cassou o mandato de seu marido, o deputado federal Emerson Petriv, o Boca Aberta, em outubro de 2017.

Eleito o vereador mais votado da história de Londrina no ano anterior, Boca Aberta foi denunciado por uma servidora municipal por ter recorrido a uma vaquinha virtual no Facebook pedindo dinheiro para quitar uma multa eleitoral de 8 mil reais por ter pedido votos em uma UPA durante as eleições de 2016.

Dos 19 vereadores, 14 votaram pela cassação do mandato e perda dos direitos políticos. Um ano depois, graças a uma liminar, Emerson Petriv se elegeu deputado federal, além de concorrer a prefeito nas eleições municipais de 2018.
No documento protocolado na Câmara de Londrina, Mara defende que foi violada a separação entre os poderes Legislativo e Judiciário na condenação do marido por improbidade administrativa.
Mara relembra que o então vereador recebeu apenas R$ 1,4 mil dos 8 necessários para pagar a multa, e resolveu doar o recurso para entidades assistenciais da cidade.

O projeto de revogação do decreto que cassou Boca Aberta defende ainda que a absolvição seja dada com o voto de dois terços dos vereadores.

A proposta foi protocolada na segunda-feira e começa a tramitar na Câmara sendo analisada pela Comissão de Justiça.

Por Marco Feltrin

Comentários