SEGUNDA, 10/05/2021, 07:05

Hospitais de Londrina e outras cidades da região recebem novo lote do kit intubação

Medicamentos começaram a ser distribuídos pela Regional de Saúde no fim de semana e, segundo diretores de duas unidades ouvidas pela CBN, devem durar, aproximadamente, uma semana.

O lote com 600 ampolas do kit intubação começou a ser distribuído pela 17ª Regional de Saúde no fim de semana. Os medicamentos foram enviados para os hospitais municipais de Assai, Bela Vista do Paraíso, Jaguapitã e Lupionópolis, para a UPA 24 horas de Cambé, Hospital Cristo Rei, de Ibiporã, Hospital São Rafael de Rolândia e aqui para a UPA Sabará.

Os hospitais que integram a Rede Estadual de Atendimento à Covid, de acordo com a 17ª Regional de Saúde, também receberam os kits intubação e em quantidade bem maior. Foram 2 mil ampolas para a Santa Casa de Cambé, outras 1.200 para o Hospital do Coração de Londrina e mais 11.000 para o Hospital Universitário, referência do tratamento da Covid para quase uma centena de municípios da região.

Fazem parte do kit intubação, entre outros medicamentos, o Brometo de Rocurônio, um anestésico usado em pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva para facilitar a intubação e a respiração artificial. O citrato de Fentanila, um analgésico de curta duração bastante usado nas UTIs e o sedativo midazolam, que também auxilia na intubação do paciente.

O diretor do Hospital São Rafael de Rolândia, Fernando Aguilera, diz que o novo lote de medicamentos deve durar, no máximo, dez dias, mas representa uma ajuda, já que está cada vez mais difícil comprar os chamados kit intubação.

Na Santa Casa de Cambé, a interventora judicial Tatiana Muller, afirma que apesar de durarem apenas uma semana, os medicamentos vão dar uma folga nos estoques da unidade, que tem 20 leitos de enfermaria e cinco de UTI, e é referência para a Covid na cidade, mas isso vai depender da demanda nos próximos dias.

Outros municípios da região que não fazem parte da 17ª também receberam o kit intubação. Para Arapongas, que pertence à 16ª Regional, foram enviadas quase 200 ampolas dos medicamentos para três unidades de saúde, além de Cornélio Procópio, que faz parte da 18ª Regional, e recebeu 120 ampolas do Brometo de Rocurônio.

Segundo a 17ª, à medida que um hospital apresente maior demanda, os medicamentos podem ser cedidos por outra unidade. De acordo com a Sesa, 137 hospitais de todas as 22 Regionais de Saúde receberam os medicamentos no fim de semana. Apenas em relação ao Brometo de Rocurônio, foram distribuídas pela Secretaria Estadual de Saúde quase 13 mil ampolas.

Por Marcos Garrido

Comentários