QUINTA, 19/09/2019, 17:31

Londrina tem 69 registros de pessoas atendidas na rede básica de saúde que foram picadas por escorpiões

Tempo quente e abafado faz esses aracnídeos saírem da toca e principalmente durante a noite. 

Relatos de moradores da região sul de Londrina apontam a presença de escorpiões pretos nas proximidades do Iapar, Vivendas e Vale do Arvoredo.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde nesse ano 69 pessoas buscaram atendimento na rede básica de saúde por serem picadas por escorpiões.

São três tipos que circulam na cidade: o preto, o marrom e o amarelo.

As regiões com maior incidência registradas pela saúde de Londrina são: leste, oeste e norte.

Na região sul são 7 casos, norte 6, no centro 3, oeste 17 e leste 17, além da rural 3, outros não foram registradas as regiões.

De acordo com a gerente de vigilância ambiental, Diana Martins, esses aracnídeos aparecem normalmente no período noturno e principalmente em dias quentes e úmidos, período que sai do inverno para primavera e no verão.

Ainda de acordo com Diana, muitas pessoas não registram o aparecimento de escorpiões o certo é notificar a vigilância ambiental e se for picado, além de procurar o atendimento médico é preciso tentar resgatar o animal e levá-lo junto a fim de identificar a gravidade do veneno.

O veneno dos escorpiões pode matar. Por isso o cuidado em buscar atendimento médico.

Um cuidado a ser tomado é manter o quintal limpo. O escorpião se alimenta de insetos e se esconde em entulhos, cobertas, cortinas e calçados.

Por Bruno Carraro

Comentários