QUINTA, 12/09/2019, 18:27

Hospital de Londrina adota UTI humanizada

Os pacientes que antes recebiam visitas por apenas 30 minutos, agora podem ter familiares e amigos acompanhando e ajudando durante a recuperação na unidade. 

A primeira Unidade de Terapia Intensiva – UTI humanizada da região é em Londrina no Hospital Evangélico.

O novo modelo ajuda os pacientes na recuperação.

As UTIs recebem os familiares de pacientes por apenas 30 minutos em visitas rápidas normalmente. O novo modelo adotado pelo HE de Londrina agora permite que os pacientes sejam acompanhados por no mínimo 12h.

De acordo com a psicóloga Tássia Lani, que faz parte da equipe multidisciplinar que atende no novo projeto do HE, o trabalho foi sendo inserido de forma gradativa. A equipe foi sensível às reações dos pacientes até que percebeu que os resultados são muito satisfatórios para os pacientes e para os familiares.

As principais características são: o paciente fica menos agitado, o quadro de melhora avança de forma mais rápida, permite maior participação da família na recuperação do paciente e reduziu em até 47% os eventos adversos de estresse por parte dos pacientes que muitas vezes sentem-se sozinhos nas unidades.

No Brasil a modalidade é nova, aderida em hospitais no último ano.

Mas o Ministério da Saúde criou o projeto em 2000.

A UTI do HE conta com mais de 50 leitos.

Por Bruno Carraro

Comentários