QUARTA, 14/08/2019, 18:13

Instituição de ensino oferece qualificação de graça para empresas no setor de exportação

Londrina e Maringá vão receber os núcleos do programa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.  

O Paraná recebe dois novos núcleos do Programa de Qualificação para Exportação - PEIEX da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos - Apex-Brasil.

A UniCesumar, parceira no programa vai oferecer para empresários qualificação de graça no setor de exportação.

De acordo com o coordenador do núcleo operacional da instituição de ensino, Nivaldo Forastieri, os núcleos vão operar em Londrina e Maringá e a intenção é preparar a indústria para o mercado internacional.

Os atendimentos do programa são realizados por uma equipe técnica selecionada e varia de acordo com a modalidade de trabalho, podendo durar de 14h a 45h.

Ao todo, ambos os núcleos devem atender, pelo menos, 400 empresas no período de 24 meses. O investimento no trabalho de capacitação de empresas é de R$ 3,43 milhões, sendo 70% recursos da Apex-Brasil e 30% contrapartida da UniCesumar.

Ainda de acordo com Forastieri, o lançamento do núcleo vem com uma pesquisa inédita que um grupo de trabalho atua desde junho na pesquisa no setor industrial da região norte do estado, que está em desenvolvimento.

Para atuar no Programa de Qualificação para Exportação, a universidade foi avaliada nos quesitos infraestrutura, possibilidade de contratação de bolsistas, capacidade de atendimento aos setores produtivos da região, oferecimento de cursos de graduação ou pós-graduação e experiência com projetos de extensão e capacitação empresarial.

O núcleo de Londrina vai atender empresas de 42 municípios dentro da região de influência. O núcleo de Maringá atenderá empresas de mais de 50 municípios do entorno.

O primeiro passo para obter o atendimento do programa é solicitar uma avaliação. O lançamento do programa será na noite desta quinta-feira em Londrina na UniCesumar, Avenida Santa Mônica, 450, a partir das 6h30 da noite. Outras informações pelo telefone 3293-9300.

Por Bruno Carraro

Comentários