SEXTA, 09/08/2019, 12:03

IPPUL desenvolve conceitos para projeto do novo Bosque Central

Ideia é misturar modernidade com a memória afetiva do local

O grupo de trabalho formado na Câmara de Vereadores para discutir a situação do centro da cidade se reuniu mais uma vez nesta semana. Além da situação do bosque, foi apontado como problema o alto número de moradores que pernoitam na região central, em marquises de estabelecimentos comerciais e também em praças e na Concha Acústica.

Segundo o vereador Gerson Araújo, uma reunião pública será marcada para discutir o assunto.

O grupo também teve acesso ao projeto da prefeitura para revitalizar o Bosque. Com os mais de dois mil questionários aplicados a moradores e comerciantes da região, o Ippul desenvolveu conceitos para nortear as ações de desenvolvimento na área. A arquiteta e urbanista do órgão, Ana Luiza Muller, explica quais serão os pontos explorados.

O Bosque Municipal Marechal Cândido Rondon possui uma área de 20 mil metros quadrados e já funcionou como terminal central de ônibus na década de 1970. Em 1991, o espaço ganhou uma área de lazer com quadra de esportes e parque infantil. A última polêmica envolvendo o bosque ocorreu em 2011, quando o então prefeito Barbosa Neto tentou reabrir a rua Piauí para o trânsito de veículos, mas foi vencido na justiça em uma ação movida por uma ONG ambiental.

Por Marco Feltrin

Comentários