QUARTA, 06/10/2021, 17:41

Mais da metade dos alunos da rede estadual de Londrina e região foi a escola em primeiros dias de aulas presenciais

Chefe do Núcleo Regional de Educação destaca importância do apoio dos pais em nova etapa da retomada das atividades no estado.

A Secretaria Estadual de Educação (Seed) emitiu no fim de setembro, uma nova resolução em que determina que o ensino presencial deve ser priorizado pelas instituições de ensino públicas e privadas no Paraná.

A medida leva em conta o avanço da vacinação contra o coronavírus e o recuo nos indicadores da pandemia no estado. A orientação é que o modelo remoto seja adotado para alunos que apresentem alguma comorbidade ou que estejam de quarentena por conta do coronavírus.

De acordo com Jessica Pieri, chefe do Núcleo Regional de Educação em Londrina, órgão que atende a 19 municípios da região, 56% dos alunos retornaram presencialmente na última semana. Ela destaca a importância do apoio dos pais à mudança, que deve ser conduzida de forma gradual.

Para Jessica, a medida deve corresponder às demandas da comunidade escolar, sem deixar de atender aos critérios de biossegurança, para contenção da Covid-19, durante o retorno dos alunos atendidos em sala de aula.

O levantamento divulgado pela Seed, na última semana, apontou para uma média de 62,3% de alunos nas atividades presenciais na rede estadual de ensino em todo o Paraná. O número representa um crescimento de dez pontos percentuais, em comparação ao relatório anterior.

A pasta também reforça que as medidas de prevenção o novo coronavírus continuam sendo seguidas nas unidades, com o uso obrigatório de máscara de proteção, distanciamento entre os alunos e higienização dos espaços.

Por Victor Assis

Comentários