SEGUNDA, 08/02/2021, 06:15

Obras de revitalização do Bosque Central começam nesta terça-feira.

Com orçamento de mais de R$ 2 milhões, empresa responsável vai ter 150 dias para concluir as melhorias. Objetivo é valorizar características históricas do local.

Batizado em homenagem ao Marechal Cândido Rondon, o Bosque Central de Londrina já passou por diversas transformações. O registro mais antigo remete ao ano de 1931, antes mesmo da fundação do município. O espaço já foi utilizado como terminal urbano e até hoje é um dos principais pontos do centro da cidade.

A partir desta terça-feira (9), o local receberá novas obras de revitalização. O projeto que pretende recuperar as características tradicionais do bosque, também vai ampliar a possibilidade de convívio e interação da comunidade com o espaço.

De acordo com Tadeu Felismino, presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL), a própria demanda de reforma da praça foi apresentada aos moradores da região que contribuíram em um processo participativo para concretizar o projeto.

Com orçamento de R$2,5 milhões, o projeto prevê a instalação de novos bancos e mesas, alargamento das calçadas, além de espaços preparados para a diversão das crianças e a reforma da quadra poliesportiva.

O presidente do Instituto diz que a revitalização do bosque central integra um conjunto de melhorias que o Centro Histórico de Londrina recebeu. Ele cita que reformas, como da Biblioteca Pública e da Concha Acústica, fazem parte da proposta do Plano Diretor em revalorizar estes espaços.

Felismino considera que o grande desafio do projeto é lidar com o problema da infestação de pombos que, hoje, atinge o local. Ele afirma que o objetivo para esta questão é proporcionar qualidade ambiental para moradores e frequentadores da região.

O processo de licitação para revitalização do bosque central foi publicado no Jornal Oficial do Município na semana passada e o contrato com a empresa ganhadora já foi assinado. As obras tem o prazo de 150 dias a contar a partir da assinatura da ordem de serviço

Por Victor Assis

Comentários