TERCA, 26/01/2021, 19:52

Paraná registra ano estável nas exportações, mesmo com pandemia do novo coronavírus

Soja registrou crescimento nas vendas, enquanto setor automotivo teve queda expressiva.

As exportações paranaenses seguiram praticamente estáveis no ano de 2020. Mesmo diante da crise econômica e sanitária causada pela pandemia do novo coronavírus, os dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, mostram que a redução nas operações, quando comparado ao ano anterior, registrou uma queda de apenas 0,16%.

Segundo Evânio Felippe, economista da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), a pequena variação representa uma esperança diante das dificuldades enfrentadas durante o ano passado para a economia mundial.

Por outro lado, o percentual de importações no estado registrou uma queda considerável, de 15,4%. Para o economista, esta redução foi o principal fator para um crescimento bastante expressivo no saldo da balança comercial paranaense, que somou mais de US$ 5 bilhões de dólares.

O item mais exportado pelo Paraná foi a soja, que teve crescimento de 25% nas vendas, em relação a 2019. O segmento de carnes e o setor automotivo, importantes itens de exportação, registraram quedas expressivas. Segundo Felippe, a pandemia da Covid-19 foi responsável pelo impacto causado na indústria de automóveis.

O economista ainda ressalta que a crise causada pelo novo coronavírus continua afetando a economia do mundo. Para ele, a dinâmica econômica mundial está atrelada ao ritmo de vacinação da população e afirma que o avanço das campanhas de imunização vai impactar positivamente as relações do comércio exterior.

Por Victor Assis

Comentários