QUINTA, 09/09/2021, 18:56

Quatro rodovias do norte paranaense ainda registraram manifestações na tarde de quinta-feira

Polícia Rodoviária Estadual está acompanhando movimentações e recomenda motoristas a seguirem viagem por rotas alternativas até situação se normalizar.

As rodovias estaduais do Paraná começaram a ser liberadas na quinta-feira pelos caminhoneiros que se manifestavam em apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Alguns pontos estavam interditados por conta dos protestos.

De acordo com o sub-tenente Alves, do Batalhão Rodoviário da Polícia Militar, na região de Londrina, o último levantamento feito pela corporação apontou que quatro pontos continuam com paralisações, na PR-090, em Assaí, a PR-092, em Wenceslau Braz, além da rodovia 466, que passa por Jardim Alegre, e a PR-151, em Ribeirão Claro. No período da manhã, oito trechos estavam com m.

Segundo ele, nenhuma ocorrência grave foi registrada nestes locais, apesar de motoristas estarem sendo pressionados a pararem em algumas concentrações.

As equipes da Polícia Rodoviária seguem acompanhando as movimentações nas rodovias paranaenses. Alves diz que a expectativa é que as paralisações se encerrem até esta sexta-feira.

O sub-tenente orienta aos motoristas que precisam chegar ao destino com urgência, que busquem rotas alternativas aos trechos que ainda podem ter alguma interdição. Ele recomenda, a quem puder, que espere a situação se normalizar para, então, pegar a estrada.

A reportagem da CBN Londrina também entrou em contato com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). De acordo com a atualização divulgada pela corporação, o único ponto que ainda possui alguma limitação no tráfego, em rodovias federais no Paraná, é a BR 376, no KM 504, próximo a Ponta Grossa.

Por Victor Assis

Comentários