QUINTA, 20/09/2018, 18:21

Setor imobiliário aposta em novos empreendimentos

Taxas de financiamento baixas e melhora da economia já refletem no aumento das vendas para investidores e ou uso pessoal. 

Os setores imobiliário e da construção civil reagiram em Londrina e região e os números mostram que é possível falar em pós-crise.

Uma única construtora, de janeiro até agosto já conseguiu superar em 60% o volume de vendas se comparado com o ano passado inteiro. Foram seis lançamentos, com previsão de fechar 2018 com 12 empreendimentos.

Construtoras começaram a sentir o impacto da crise no final de 2015 que seguiu em recessão até meados de 2017, ano em que houve uma melhora para o setor.

De acordo com a diretora financeira do Grupo A.Yoshii, Simoni Bianchi, o desemprego e altas taxas de juros fez o comprador recuar durante a crise, agora as taxas de juros caíram e a retomada da economia faz o mercado ficar aquecido novamente.

Ainda segundo Bianchi, os novos empreendimentos estão sendo procurados por investidores e uso pessoal.

Ela ressalta que o setor imobiliário só tende a valorizar, as quedas e desvalorizações vieram com a crise e com a retomada da economia os valores voltam a crescer gradativamente, por isso acredita que é a melhor hora para aquisição.

Os empreendimentos que retomaram o crescimento de mercado do grupo respondem não só pela área residencial, uma torre comercial antes mesmo de ser lançada já tinha 90% dos espaços vendidos.

Por Bruno Carraro

Comentários