SEXTA, 11/09/2020, 09:30

Solenidade na Câmara lembra o Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio

Desinformação ainda é apontada como barreira por especialistas

Uma lei aprovada pela Câmara de Londrina em 2017 criou o Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio. A data foi lembrada durante a sessão remota desta quinta-feira, com representes da área médica e do CVV, Centro de

Valorização da Vida.
Segundo a Organização Mundial de Saúde, a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo. O Brasil é o oitavo país com mais casos, com mil suicídios por mês.

A médica da família Beatriz Zampar falou sobre a desinformação da população em relação à saúde mental. Uns tratam como frescura, outros como falta de fé e poucos lidam com a depressão realmente como uma doença.

Enfermeira especialista em saúde mental, Cláudia Garcia defende a criação de uma rede de proteção à vida, com profissionais especializados no acolhimento e tratamento de pessoas vulneráveis ao suicídio.

O principal canal de comunicação para quem pensa em cometer um ato extremo é o CVV, Centro de Valorização da Vida, que atende pelo telefone 188. O porta-voz e voluntário Aparecido Carlos Beltrami, afirmou que a pandemia do Coronavírus não prejudicou os atendimentos da entidade.   

Por Marco Feltrin

Comentários