SEGUNDA, 16/07/2018, 18:56

Vestibular indígena oferece 52 vagas no Paraná

As inscrições iniciam em agosto e a UEL oferece seis vagas. Hoje a universidade conta com 35 alunos indígenas na graduação e dois na pós.

As inscrições para o Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná começam no dia 1º de agosto e seguem até o dia 31 do mesmo mês.

As universidades estaduais e a Federal do Paraná unificam o vestibular. São 10 vagas para a Federal e seis vagas para cada uma das estaduais. Ao todo são ofertadas 52 vagas.

De acordo com o presidente da Comissão Universidade para os Índios – CUIA da UEL, Giovanni Cirino, a cada edição, uma universidade pública do estado é responsável pelo processo seletivo. Neste ano, a Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG responde pela realização, inscrições e aplicação do XVIII Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná. A UEL tem atualmente 35 alunos indígenas na graduação e na pós dois.

A ficha de inscrição deve ser preenchida pela internet e posterior o encaminhamento da documentação. No Manual do Candidato estão as informações detalhadas sobre o processo seletivo. A Comissão Universidade para os Índios vai até as aldeias para ajudar e fazer as inscrições.

As provas serão realizadas nos dias 21 e 22 de outubro, em Pinhão. Os índios que vão concorrer ao vestibular terão transporte e acomodações disponibilizadas pelo estado.

O primeiro dia é reservado para a prova oral de Língua Portuguesa. Já no segundo dia, os candidatos respondem às questões de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna ou Língua Indígena, Biologia, Física, Geografia, História, Matemática e Química, além da Redação.

O resultado do vestibular será publicado até o dia 3 de dezembro, pela internet e nas próprias Universidades envolvidas.

Outras informações pelo telefone (42) 3220-3701, ou pelo e-mail cuia@uepg.br.

Por Bruno Carraro

Comentários