SEGUNDA, 10/05/2021, 18:42

Após queda nos estoques, banco de leite humano do HU precisa de doações

Volume disponível está longe do ideal e pode atender recém-nascidos apenas pelos próximos 15 dias.

Em períodos considerados normais, o órgão faz a coleta de 280 litros de leite materno por mês. Mas a média atual está em torno de 90 a 100 litros. Uma redução expressiva de quase 65%, em comparação ao volume habitual.

De acordo com Katiucy Campana, enfermeira do Banco de Leite Humano do Hospital Universitário (HU), é comum que haja redução das doações nos primeiros meses do ano. No entanto, a situação se agravou por conta do aumento da demanda para alimentar bebês prematuros que são atendidos.

De acordo com ela, a pandemia não foi um fator que comprometeu a mobilização de doadoras. Pelo contrário, durante o último ano, a coleta de leite permaneceu estável, com um bom volume nos estoques.

A enfermeira afirma, porém, que mais crianças nasceram de mães que positivaram para a Covid-19 e precisaram ficar internadas, recebendo o leite pasteurizado, o que pode ter contribuído para a queda no armazenamento.

Segundo ela, o consumo diário subiu de 4 para 7 litros. Com essa demanda, o estoque atual é suficiente pelos próximos 15 dias, apenas. O banco de leite funciona como uma rede que é composta pelo órgão, junto a postos de coleta em Londrina e em cidades vizinhas, como Cambé, Rolândia e Cornélio Procópio.

Katiucy explica que o leite materno é o alimento mais importante para a nutrição e o desenvolvimento dos recém-nascidos que são atendidos.

A doação pode ser feita por mães saudáveis, que estejam amamentando, e tenham leite em excesso. Também é requisito que a mulher não esteja usando medicamentos que contraindiquem a amamentação.

Todo o processo de coleta é realizado em casa, pela própria doadora, com materiais fornecidos pelo banco de leite. A enfermeira afirma que todos os protocolos foram adaptados durante a pandemia para que o contato seja mínimo, inclusive no momento da retirada dos frascos.

Katiucy explica que em caso de dificuldades para a coleta do leite materno ou com a amamentação, é possível agendar uma consulta orientativa presencial. O banco de leite humano atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Aos sábados, o funcionamento é a partir das 7h até às 11h30. O telefone para contato é o 3371-2390.

Por Victor Assis

Comentários