SEGUNDA, 14/12/2020, 17:09

280 presos do regime semi-aberto terão direito à saidinha de fim de ano

Parte do grupo sairá no Natal e outra parte no ano novo. Ao retornar, eles ficarão em isolamento por duas semanas.

Atualmente, o Creslon, Centro de Ressocialização de Londrina, tem 400 presos em regime semi-aberto. Mais da metade, em torno de 280, terão direito à chamada “saidinha” de fim de ano, ou seja, poderão passar as festas com a família. O coordenador regional do Departamento Penitenciário (Depen), Reginaldo Peixoto, explica que a legislação prevê esse benefício para aqueles que progrediram na pena.

Mas em tempos de pandemia, as regras para a saída serão diferentes. Os presos serão divididos em dois grupos, uma turma sai no Natal e outra no ano novo. Ao retornar, eles deverão ficar isolados dos demais para evitar possíveis contágios. Segundo Peixoto, já foi criada uma logística para tornar isso possível.

Em setembro o Creslon registrou um surto de Covid que atingiu 120 presos do semi-aberto. Os testes serão aplicados apenas naqueles que apresentarem sintomas da doença.

Por Livia de Oliveira

Comentários