QUINTA, 19/03/2020, 19:56

Delegacia da mulher restringe atendimentos presenciais

As medidas adotadas são para reduzir os riscos de transmissão do novo Coronavírus.

Considerando a situação de pandemia da COVID-19 pela qual passa o país (Coronavírus), e em atenção aos Decretos do Governo do Estado do Paraná e a Portaria Normativa da Polícia Civil a Delegacia da Mulher de Londrina informa que:

“o atendimento às vítimas continuará a ser prestado nas dependências da Delegacia da Mulher, localizada na Rua Almirante Barroso, n 107, Londrina, no entanto, solicitamos que, antes de comparecerem à unidade, entrem em contato pelo telefone (43)3322-1633, a fim de ser verificada a necessidade e urgência do atendimento;

- por telefone, serão passadas as informações iniciais, a fim de evitar que a vítima se desloque até a unidade e circule pela via pública sem necessidade;

- são considerados PRIORIDADES, conforme estabelecido nos Decretos do Governo do Estado do Paraná e na Portaria Normativa da Polícia Civil, os casos de lesão corporal, ameaça (mal injusto e grave), estupro e pedidos de medidas protetivas de urgência. Tais casos receberão atendimento normal.

- casos que envolvam feminicídio (consumado ou tentado) seguirão tendo tramitação emergencial, conforme também fora estabelecido pelos Decreto do Governo do Estado e Portaria Normativa da Polícia Civil.

- caso haja necessidade de registro de boletim de ocorrência e solicitação de medidas protetivas de urgência, a vítima será orientada a comparecer nesta Delegacia de Polícia, a qual estará preparada para atendimento.

- solicitamos que, em caso de comparecimento na unidade, a vítima venha desacompanhada. Se, por ventura, não for possível vir sem acompanhante, o mesmo será orientado a aguardar do lado de fora da unidade, a fim de evitar a aglomeração de pessoas na recepção.

- solicitamos aos advogados que, antes de se deslocarem até esta Delegacia de Polícia, façam prévio contato telefônico para agendamento de horário.

- as intimações já recebidas estão mantidas, salvo nos casos de pessoas que se enquadrem no grupo de risco definido pelo Ministério da Saúde (idosos, diabéticos, hipertensos, portadores de insuficiência renal crônica ou doença respiratória crônica), os quais deverão entrar em contato para reagendamento.

- o horário de atendimento seguirá o já estabelecido (08hr30 às 18hrs) e fora dos horários de expediente e finais de semana o atendimento será realizado pelo Plantão da Polícia Civil (Rua Santos Dumont, 422), o qual também está preparado para atendimento.”

Por Bruno Carraro

Comentários