QUARTA, 16/10/2019, 10:37

Leilão da prefeitura rende R$ 280 mil

Mas, o número está bem abaixo do que previa o município. Dos 30 itens leiloados, apenas três foram arrematados.

A segunda praça de leilões fiscais de débitos pendentes com a administração municipal rendeu poucos arremates. Do total de 15 lotes, 14 imóveis e um veículo, apenas três imóveis foram comprados. Um deles por R$ 170 mil, outro por R$ 70 mil e o último por R$ 40 mil. O procurador-geral do município, João Luiz Esteves explica que os que restaram vão para a terceira praça, que ainda vai ser agendada.

O procurador explica que a prefeitura dá todas as possibilidades para que o devedor regularize a situação e o bem não seja leiloado. Isso só acontece em último caso. O prazo para que o contribuinte devedor quite ou negocie sua dívida é de até oito dias antes da data definida para o leilão.

Esteves explica que, nos leilões, vence quem oferecer o maior lance em cada lote, sendo que nesta edição os valores de arremate podem ser até 50% menor do que o preço avaliado. Os demais já realizados pela prefeitura tiveram bons resultados porque os proprietários conseguiram pagar as dívidas.

Por Claudia Lima

Comentários

Publicidade