QUARTA, 11/05/2022, 18:47

Tecnologia a serviço da saúde

Inaugurado recentemente, laboratório de impressão 3D do HU aposta no desenvolvimento de novos produtos e aplicações na medicina, com economia de recursos.

A tecnologia 3D chegou oficialmente ao Hospital Universitário. Inaugurado no fim de abril, o Núcleo de Fabricação Digital e Inovação do HU conta com um laboratório equipado com impressoras e scanners para desenvolver projetos e criar produtos para a área da saúde.

O trabalho foi iniciado antes da pandemia, ainda em 2019, e de lá pra cá o Núcleo desenvolveu soluções para a Pediatria, Pneumologia e também o Centro de Tratamento de Queimados do hospital. Entre elas, um sistema de aspiração de fluidos dos pacientes, uma válvula respiratória e uma órtese de mão infantil.

O projeto, que tem pesquisadores das áreas de Fisioterapia e Design Gráfico da UEL, tinha como objetivo inicial desenvolver produtos apenas para os pacientes com traqueostomia. Mas, com a pandemia o laboratório foi adaptado para atender outras demandas mais urgentes, como a de equipamentos respiratórios e de proteção para os profissionais da linha de frente da unidade.

E o que é melhor, a preços bem abaixo dos praticados no mercado e com pouquíssimo investimento, explica o professor Cláudio Sampaio, do Departamento de Design, do Centro de Educação, Comunicação e Arte, e um dos responsáveis pelo laboratório.

Com as primeiras impressões e a economia de recursos, os pouco mais de R$17 mil que deixaram de ser gastos pelo HU na compra de insumos foram investidos nas cinco impressoras e outros equipamentos.

O professor explica que a ideia é que a laboratório comece a explorar novas possibilidades com trabalhos também para outras áreas do HU já no segundo semestre.

Segundo o professor, o próximo passo do Laboratório de Impressão 3D do HU é ampliar parcerias externas com empresas e entidades. E uma delas, com o Senai, também para o desenvolvimento de equipamentos, já saiu do papel.  

Por Marcos Garrido

Comentários