SEXTA, 22/10/2021, 17:13

Manifestantes fazem ato contra obrigatoriedade da vacina contra coronavírus neste domingo

Protesto será feito em carros, que vão seguir em direção ao Lago Igapó. Participantes querem ter direito de escolher pela adesão à campanha anti-covid.

Um grupo vai realizar neste domingo (24) um protesto contra o chamado passaporte vacinal. O ato se opõe à obrigatoriedade da vacinação contra o coronavírus e vai acontecer em diversas cidades do país. No fim de setembro, a prefeitura de Londrina publicou um decreto, estabelecendo que os servidores municipais devem receber o imunizante e completar o ciclo de proteção contra a doença.

O Município defende que a medida é uma forma de garantir a segurança dos profissionais no ambiente de trabalho, reduzindo a transmissão do vírus entre a população da cidade e conscientizando os londrinenses quanto à importância da adesão à campanha anti-covid. Aqueles que se recusarem a receber a imunização podem se tornar alvos de processo administrativo disciplinar.

Ainda no mês de abril, a prefeitura também determinou o retorno às atividades presenciais dos funcionários que já haviam completado a vacinação contra o vírus, seja por duas aplicações ou em dose única. A medida também vale para os trabalhadores que, até então, haviam recusado a vacina.

Por outro lado, os manifestantes do ato deste domingo reivindicam o direito de escolha pelos cidadãos em aderir à campanha de vacinação contra o coronavírus, como explica Danielle Terciotti, uma das participantes do evento.

Ela orienta quem for à manifestação a usar máscara de proteção. O ato vai ter início às 15h, entre as avenidas Juscelino Kubitschek e Higienópolis. Os manifestantes estarão em carros e vão seguir em direção ao Lago Igapó.

Por Victor Assis

Comentários